Verde Ghaia Consultoria Online

Você sabia que se não atualizar sua certificação até setembro você irá perdê-la?

Você sabia que se não atualizar sua certificação até setembro você irá perdê-la?
5 (100%) 1 voto

A empresa que não conseguir finalizar a migração até setembro de 2018 poderá perder seu certificado da ISO

Em 2015 foram publicadas as novas versões das normas ISO 9001 e 14001 para sistemas de gestão de qualidade e meio ambiente, desde então as empresas certificadas passaram a ter três anos para realizar a atualização de versão.

Uma parte considerável das empresas acabou realizando a migração da versão dentro do seu próprio ciclo de auditorias anuais. Contudo, uma quantidade muito grande de empresas acabou deixando para a última hora, pois postergaram ao máximo quaisquer saídas de caixa em função da crise econômica pela qual o Brasil passou nos últimos anos.

Agora que que o ano 2018 já começou, as empresas que ainda não migraram a versão de seus sistemas de gestão deverão se preocupar em realizar a atualização da maneira mais segura possível para evitar problemas e eventuais atrasos, visto que setembro é logo ali.

A certificação ISO tem validade?

Após aprovada na auditoria do organismo acreditador, a empresa recebe o certificado da ISO que é a comprovação de conformidade aos padrões das normas. Uma vez emitido o certificado, a empresa deverá passar por auditorias anuais num ciclo de três anos, a saber: 1° ano para certificação, 2° ano para manutenção e 3° ano para recertificação.

Sendo assim, o certificado da empresa terá validade nestes três anos, após a última auditoria do ciclo, geralmente o certificado é renovado para os próximos três anos reiniciando o ciclo de auditorias.

Caso a empresa não passe pelas manutenções e nem pela recertificação, ao findar dos três anos, seu certificado perderá a acreditação, o que na prática o invalida.

Todas as empresas devem passar por auditoria até setembro?

Nem todas as empresas deverão passar por auditoria até setembro, isso porque muitas já realizaram o processo de migração e já estão com seu sistema de gestão sob conformidade.

Há também as empresas que se certificaram na versão 2015 das ISOs 9001 e 14001 após setembro de 2015 e já estão dispensadas da auditoria neste ano, exceto se houve previsão em seu ciclo de auditorias, o que deve ser confirmado junto ao organismo certificador responsável.

A certificação OHSAS 18001 também perderá a validade em setembro?

A certificação OHSAS 18001 não faz parte do conjunto das normas ISO, embora ela seja utilizada no SGI (sistema de gestão integrado) 9+14+18 que engloba qualidade, meio ambiente e saúde/segurança do trabalho.

Portanto, a OHSAS 18001 não sofreu alteração e as empresas que possuem SGI com essa norma integrada às ISOs não precisam atualizar a parte referente à saúde e segurança do trabalho, exceto nos itens que afetarem diretamente as normas que passaram por atualização.

É necessário portanto, que as empresas se atentem às publicações da ISO, uma vez que há a previsão de publicação no ano de 2018 da norma 45000 que será a transição da OHSAS para o sistema ISO.

Como fazer a atualização das versões da ISO?

O primeiro passo seria realizar o diagnóstico do sistema de gestão atual da empresa e posteriormente elaborar um plano de ação com as alterações a serem realizadas.

A nova versão está mais simples e genérica, uma vez que possui 10 itens, face aos 8 das versões 2008 para a ISO 9001 e 2004 para a ISO 14001. A norma está bastante abrangente e trata muito mais de conceitos do que de documentos específicos.

Deve-se atentar para a atualização da política da empresa, seja para qualidade ou meio ambiente, pois é um dos principais itens a serem trabalhados.

O que acontece com a empresa que não atualizar o certificado até setembro?

A empresa que não tiver obtido seu certificado na versão 2015 da ISO até setembro deixará de ser considerada uma empresa certificada e perderá seu certificado.

O trabalho de atualização de versão continua o mesmo após setembro, contudo, caso a empresa precise do certificado como exigência de clientes ou licitadores, o selo diferente da versão 2015 deixa de ser aceito.

Caso a empresa tenha a ISO 9001 na versão 2008 ou 14001 na versão 2004 e queira migrar após setembro, ainda será possível, contudo, até que seu novo certificado seja emitido, a empresa não estará acreditada pelo sistema ISO.

Qual a forma mais rápida para migrar a versão da ISO?

Uma excelente maneira de migrar sem grandes gastos e num tempo curto é utilizando a consultoria online, como a da Plataforma Online Verde Ghaia.

Através do sistema de consultoria online, um diagnóstico é feito no sistema de gestão atual da empresa e logo em seguida um plano de ação completo é gerado para a execução da migração.

Então os consultores validam item a item da nova norma, conversando diretamente com o cliente e fornecendo todos os procedimentos e documentos necessários.

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!