Verde Ghaia Consultoria Online

Você sabe o que é o VIM e como ele pode auxiliar no dia a dia da empresa?

Você sabe o que é o VIM e como ele pode auxiliar no dia a dia da empresa?
5 (100%) 1 voto

VIM

O VIM quer dizer Vocabulário Internacional de Metrologia. Quem realiza cálculos e também elabora certificados de calibração deve conhecer esse dicionário metrológico.

O VIM é muito importante para conhecer cada termo utilizado para calcular incertezas.

O VIM surgiu por volta da metade do século XX, quando se começou a pensar em parametrizar internacionalmente as definições e termos utilizados na área da metrologia e em instrumentação.

Esse dicionário metrológico surgiu para ajudar a garantir que o mundo todo se referisse aos termos metrológicos na mesma linguagem. Confira mais sobre o VIM e no que ele pode auxiliar no dia a dia da empresa!

A importância do VIM

Na segunda metade do século XX surgiu o Vocabulário Internacional de Metrologia (VIM) com o objetivo de harmonizar internacionalmente terminologias e definições utilizadas nos campos da metrologia e da instrumentação.

Além do VIM surgiu outros dois importantes documentos normativos que contribuiu para uma maior harmonização dos procedimentos e da expressão dos resultados no mundo da medição.

Os documentos são o GUM (Guia para a Expressão da Incerteza de Medição) e a norma ISO Guia 25. Esta ultima foi revisada e ampliada, resultando na norma ISO/IEC 17025: Requisitos Gerais para a Competência de Laboratórios de Ensaio e Calibração.

Esses três documentos ajudou muito o mercado de metrologia e instrumentação, além das empresas que devem garantir conformidade dos seus produtos. Com esses documentos foi possível integrar os mercados, uma vez que todos possuíam a mesma definição metrológica.

O VIM está em vigor no Brasil desde 2012 quando foi aprovado pela Portaria Inmetro n° 232. Foi baseada na 3ª edição internacional do VIM – International Vocabulary of Metrology – Basic and general concepts and associated terms – JCGM 200:2012. Esta edição internacional foi elaborada pelo Bureau Internacional de Pesos e Medidas (BIPM), pela Comissão Internacional de Eletrotécnica (IEC), pela Federação Internacional de Química Clínica e Medicina Laboratorial (IFCC), pela Cooperação Internacional de Acreditação de Laboratórios (ILAC), pela Organização Internacional de Normalização (ISO), pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC), pela União Internacional de Física Pura e Aplicada (IUPAP) e pela Organização Internacional de Metrologia Legal (OIML).

Outra importância da VIM, além de uniformizar a terminologia metrológica utilizada no Brasil, é a necessidade de se minimizar ao máximo as diferenças em relação a Portugal.

O que encontramos no VIM?

VIM

No documento é possível encontrar um conjunto de definições e termos utilizados em metrologia, além de diagramas conceituais para ilustrar as suas relações.

O VIM é dividido em 5 partes:

  • grandezas e unidades;
  • medição;
  • dispositivos de medição;
  • propriedades dos dispositivos de medição;
  • padrões de medição.

Os termos mais utilizados

No VIM encontramos os termos mais utilizados nos cálculos de incerteza.

O cálculo de incerteza é feito com base em alguns parâmetros. É muito importante para avaliar um produto ou o resultado, aceitando-os ou rejeitando-os.

Uma das maiores preocupações da ISO 9001:2015 é a conformidade dos produtos e serviços fornecidos pelas organizações para garantir a satisfação do cliente. Nenhum cliente quer receber produtos diferentes das especificações acordadas na hora da compra, já que pode trazer diversos prejuízos ao seu negócio.

Medir e ter certeza que os resultados encontrados são reais é importantíssimo para assegurar a conformidade do produto. Por isso, a importância da realização da calibração em equipamentos de medição e da comprovação metrológica.

Abaixo iremos listar os termos mais comuns vistos nos resultados dos certificados de calibração. Conhecer esses termos auxilia a empresa a assegurar a validade dos resultados dos equipamentos utilizados na medição.

Grandezas físicas

VIM

Segundo o VIM, todas as coisas que podem ser medidas qualitativamente ou quantitativamente são consideradas grandezas físicas. Ou seja, tudo aquilo que conseguimos medir é considerado uma grandeza física.

Exemplos de grandezas físicas têm: a altura do gargalo de um frasco para óleo automotivo, o peso desse frasco, entre outros.

Em metrologia, podemos citar o exemplo de um paquímetro, pois ele mede dimensões, como altura, largura, comprimento.

Mensurando e Mensurado

O termo mensurando se refere a aquilo que esta sendo medido. O mensurado é aquilo que já esta medido. O frasco de óleo automotivo é o mensurando, pois ele é o produto que será medido. A altura de 19,5 mm encontrada é o mensurado.

Valor de Referência

O valor de referência refere à comparação entre outros valores de grandezas da mesma classe. Por exemplo, ao calibrar uma balança é feito uma comparação como um peso padrão. Você pesa esse peso padrão e verificar se o valor apurado pela balança esta correto.

Erro de medição

VIM

O erro de medição é determinado através da comparação entre os valores mensurados no instrumento e o valor de referência. Isto é, o erro é a diferença entre a média observada nas medições do instrumento e o valor de referência.

Um exemplo é pesado um peso padrão de 1 kg. Na balança o resultado obtido é de 0,900 kg. O erro de medição é 0,100 kg.

Tendência de medição

Tendência é a diferença entre a média das medidas de uma grandeza e o valor de referência para a grandeza medida.

Importância da qualificação dos instrumentos

O requisito 7.1.5 (Recursos de monitoramento e medição) da ISO 9001 busca fornecer à empresa os meios necessários para a operação dos processos, para que eles possam ser executados da melhor forma e gerar saídas conformes para os clientes.

Conforme o requisito a empresa deve assegurar resultados válidos e confiáveis no monitoramento da conformidade dos produtos.

A medição e, consequentemente, os instrumentos de medição são elementos fundamentais para:

  • monitor processos e operação;
  • pesquisa experimental;
  • ensaio de produtos e sistemas;
  • controle de qualidade.

Saiba a importância da calibração para atender às normas legais.

Enfim, é essencial que a empresa tenha conhecimento sobre os termos mais utilizados nos cálculos de incerteza e sobre o VIM. Assim, garantirá que os resultados de conformidade dos seus produtos e serviços são validos. Além do mais, ter conhecimento sobre o VIM contribui para esclarecer algum resultado ou termo que o cliente não compreenda, entre outros nos certificados.

Gostou desse assunto ou acha ele relevante? Compartilhe nas redes sociais ou deixe seu comentário abaixo.

Mas quer se aprofundar um pouco mais a respeito? Leia outro artigo do nosso blog: Por que fazer calibração de equipamentos e a relação com o sistema de gestão?

 

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!