VG Consultoria Online

OHSAS 18001 – Por que certificar?

OHSAS 18001 – Por que certificar?
5 (100%) 2 votos

Segundo dados da Previdência Social divulgados no Anuário Estatístico da Previdência Social , entre 2013 e 2015, o número de acidentes de trabalho no Brasil passou de quase 725 mil casos para 612 mil, uma queda de 14%.

Sabendo da necessidade da garantia do ambiente de trabalho seguro, salubre e adequado ao trabalhador foram estabelecidas desde 1972, regras para o serviço obrigatório de Segurança e Medicina no trabalho, voltado a empresas com mais de cem funcionários. Tal medida revolucionou a segurança do trabalho no país.

Entretanto no Brasil ainda enfrentamos um cenário onde 240.638 trabalhadores estão afastados do trabalho. Somente o cumprimento de exigências na lei do trabalho não é suficiente para garantir o ambiente saudável e seguro para o trabalhador. A implementação da certificação OHSAS 18001 se mostra um caminho complementar de elevada relevância, possibilitando melhor atendimento e garantia de ambiente de trabalho adequado, saudável e salubre aos colaboradores.

Os principais benefícios da certificação com a OHSAS 18001, são:

  • Identificação de perigos e definição de controles para gerenciá-los
  • Redução sistemática do risco
  • Criação de condições melhores no trabalho
  • Redução de acidentes e doenças de trabalho,
  • Queda na frequência das doenças ocupacionais;
  • Redução de custos e inatividade
  • Engajamento e motivação dos funcionários com condições de trabalho melhores e mais seguras
  • Demonstração de conformidade para clientes e fornecedores
  • Atendimento a legislação trabalhista
  • Evita passivos trabalhistas e ações judiciais
  • Reconhecimento da empresa perante o mercado
  • Melhoria do desempenho global

O princípio fundamental da implementação da OHSAS 18001 é reduzir os riscos e atender integralmente as condições de trabalho adequadas.

A certificação na OHSAS 18001 se mostra estratégica, pois apesar da queda no número de acidentes de trabalho no país, diversos fatores indicam que na realidade ainda há muito a ser feito nas organizações a respeito da saúde e segurança do trabalho.

Com a recessão de 3,8% em 2015, acredita-se que os 14% de queda nas ocorrências de acidentes não reflitam de fato uma melhora de cenário. Isso, porque o número de empregados formais foi reduzido, o que colabora com o aumento da falta de registro de acidentes. Nesse sentido não seriam as melhoria das condições de segurança nas empresas que reduziram o índice de acidentes e sim a ausência de registro.

O papel da OHSAS 18001

A implantação da OHSAS 18001 retrata a preocupação das organizações com a integridade física de seus colaboradores e parceiros.

A norma OHSAS 18001 possui requisitos mínimos para a construção e formação de um Sistema de Gestão e certificação da segurança e saúde ocupacionais (SSO), onde a organização deve estudar os perigos e riscos no trabalho aos quais os trabalhadores sejam eles próprios ou terceirizados estejam  expostos.

Para o sucesso na implementação da OHSAS 18001 é fundamental o envolvimento e participação dos funcionários e da alta direção no processo de implantação. Além disso, a existência de outros sistemas de gestão como:

Facilitam ainda mais a certificação da empresa.

O método de implementação da 18001 consiste basicamente na elaboração da política de SSO e dos objetivos relacionados ao comportamento da empresa com relação à SSO. Esse comportamento será monitorado pela própria empresa, por meio de planos de ação, indicadores, metas e auditorias.

Ademais, os critérios de desempenho e a abrangência são estipulados pela própria organização de forma autônoma, definindo qual o nível de detalhamento e exigência desejada na gestão de segurança.

As principais etapas para a implementação da OHSAS 18001 são:

Etapa 1

Sensibilização da empresa com a necessidade de adoção de uma postura consciente a respeito da saúde e segurança ocupacional no trabalho – a sensibilização é a etapa onde a empresa percebe que investir em saúde do trabalhador é a melhor forma de potencializar lucros e aumentar a produtividade – é nessa etapa que a empresa deve selecionar colaboradores – crie um time! – para atuarem de forma ativa na saúde e segurança.

Etapa 2

Contratação de uma empresa especializada para implementar a OHSAS 18001. Nessa etapa é fundamental contratar uma empresa versátil que atue em diferentes plataformas de modo ágil, inovador e confiável.

Etapa 3

Planejar, estudar os processos envolvidos no trabalho e diagnosticar o cenário da organização é a etapa em que deve ser tomada a maior atenção. Nesse sentido, a utilização de ferramentas como o PDCA, análise Swot , 5 Forças de Porter e/ou Matriz BCG.

Nessa etapa, também, deve-se atentar-se para principalmente:

  • Identificar os perigos;
  • Avaliar os riscos;
  • Determinar os controles;
  • Levantar os requisitos legais;

Etapa 4

Construir um plano de ação com base no diagnostico e planejamento.

Etapa 5

Colocar em prática, iniciando a operação, definindo:

  1. Os recursos,
  2. As atribuições e funções,
  • As responsabilidades,
  1. Os formulários e documentos
  2. O quadro de competências, treinamento e conscientização
  3. A comunicação (disseminação das informações),
  • A definição da participação e consulta aos empregados

Etapa 6

Monitorar, verificar e controlar o sistema de saúde e segurança ocupacional; definindo a documentação necessária às inspeções e à execução das ações de SSO. Bem como, a definição do padrão de respostas as urgências e emergências, método de verificação e controle, e finalmente monitoramento e medição do desempenho quanto ao atendimento dos requisitos legais.

Etapa 7

Auditoria e investigação de incidentes, não-conformidades e efetividade das ações preventivas e corretivas a partir dos controles, registros, feedbacks, cursos, treinamentos e trato com a equipe.

As auditorias internas e externas são fundamentais essa etapa e subsidiam uma análise crítica e detalhada para a alta direção.

FIQUE ATENTO!

Um dos setores em que há mais casos de acidentes é o de serviços, principalmente o de transportes rodoviários, que ocupa o 1º lugar em quantidade de óbitos e o 2º lugar em incapacidades permanentes, de acordo com o Ministério do Trabalho.

O perfil dos acidentados – 102 mil trabalhadores – é em sua maioria entre 30 e 34 anos. Mais da metade (53,9%) dos casos ocorrem na região Sudeste do País, onde houve 330 mil acidentes.

Por isso, um dos requisitos mais relevantes da OHSAS 18001:2007 é o gerenciamento de perigos e riscos, criado para evitar acidentes ou causas de acidentes durante a rotina dos colaboradores ou em ocasiões excepcionais. Um sistema SSO satisfatório contribui para o futuro seguro tanto da empresa quanto da equipe de funcionários.

Porque tão importante quanto alcançar uma boa performance e produtividade é estabelecer um ambiente saudável e seguro aos trabalhadores.

Tenha em mente que a garantia de que as empresas possuem um ambiente seguro para seus trabalhadores é notada no mercado pela certificação OHSAS 18001. Caso sua empresa queira certificar-se na norma, entre em contato com a Consultoria Online Verde Ghaia. A partir do software desenvolvido pela empresa, as organizações podem reduzir até 60% do custo comparado ao valor normal de uma consultoria presencial.

 

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!