VG Consultoria Online

O que mudou com a ISO 14001:2015?

O que mudou com a ISO 14001:2015?
5 (100%) 6 votos

Focada no Sistema de Gestão Ambiental, a nova versão da ISO 14001 promove uma série de mudanças que auxiliam o crescimento sustentável das empresas e ao mesmo tempo reduz o impacto das ações danosas contra à natureza

 

o que muou Iso 14001:2015

 

Entre as normas criadas pela Organização Internacional de Normalização (ISO) a ISO 14001 segue como uma das certificações mais procuradas pelas empresas depois da ISO 9001. Sua importância se deve aos requisitos do Sistema de Gestão Ambiental que auxiliam as organizações andarem em conformidade com a lei e utilizando estratégias para minimizar o máximo possível agressões provocadas ao meio ambiente.

A ISO 14001 é uma das normas mais representativas da família 14000. A série dispõe de diretrizes para Auditorias Ambientais, Avaliação do Desempenho Ambiental, Rotulagem Ambiental e Análise do Ciclo de Vida dos Produtos. Nesse sentido, a família 14000 permite que a organização crie as próprias políticas segundo suas especificidades para reduzir as ações agressivas ou danosas à natureza.

Representada no Brasil pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a norma focada no SGA recebe a versão NBR ISO 14001 obedecendo as principais diretrizes e necessidades do sistema nacional.  As organizações procuram a certificação tanto para atuarem de forma ecologicamente correta, quanto para promoverem o desenvolvimento sustentável dos negócios.

Tendo em vista, que a NBR ISO 14001 não apenas traz métodos socioambientais, como também orienta as empresas a progredirem com o desenvolvimento rentável dos empreendimentos.

 

Por que a ISO 14001 mudou?

 

migração Iso 14001 2015

 

Para manter a eficiência das normas, uma das estratégias da ISO é promover atualizações de tempos em tempos seguindo as principais mudanças e exigências do mercado. As atualizações ocorrem a aproximadamente de cinco em cinco anos. Com a ISO 14001 não é diferente!

As alterações foram sendo feitas durante os anos e finalizaram no ano de 2015 quando a nova versão entrou em vigor. Uma das principais causas para a mudança da norma se deve a necessidade de focar não apenas nas questões ecológicas da empresa, como também no desenvolvimento sustentável. Ou seja, aliar ambas os interesses da organização: o crescimento econômico e a ações preventivas ao meio ambiente.

A ISO 14001:2015 traz além de questões estratégicas, a preocupação com a cadeira de valor, ciclo de vida, entre outras mudanças. A nova versão gera também aumento nos lucros, uma vez que ela preconiza a redução do consumo dos recursos e evita gastos com desperdícios durante a operação. Nesse novo modelo, as empresas ganham muito mais valor com a aquisição do selo do sistema de gestão ambiental.

Outro ponto interessante a ser informado é que a ISO 14001:2015 foca também na avaliação e expectativas das partes interessadas. Ou seja, na visão que os terceiros têm a respeito do empreendimento. A ideia é avaliar itens como condições ambientais locais, regionais e globais que afetam a organização ou que possam ser afetados por ela.

 

O que mudou na ISO 14001:2015?

 

migração qualidade

 

Veja as principais mudanças que foram feitas na norma da ISO e como elas podem afetar o funcionamento da sua empresa. Caso sua organização possua a versão antiga: ISO 14001:2008, será bastante válido entender os ajustes necessários que você deverá realizar para alinhar aos requisitos do sistema de gestão ambiental atual.

 

1 – Desenvolvimento Sustentável

Como explicado anteriormente, uma das mudanças mais significativas está relacionada ao foco da norma. A intenção é que a ISO 14001:2015 traga um equilíbrio entre as três bases da sustentabilidade: meio ambiente, sociedade e economia.

É importante frisar que entre estes, a questão ambiental é a que deve receber mais atenção. Isso porque tanto a sociedade quanto outras partes interessadas como o setor produtivo exigem o tratamento especial, devido a gestão inadequada dos resíduos, emissões de poluentes na atmosfera ou uso ineficiente dos recursos naturais.

A proposta é que a partir da gestão ambiental, desenvolva-se alternativas com informações extraídas desta que poderão construir bons resultados ao longo dos anos. Uma das estratégias é que possam ser alcançados vantagens financeiras e operacionais que proporcionem alternativas ecologicamente corretas que fortaleçam a posição de mercado da organização.

 

2- Gestão de Risco

Outro item trazido à ISO 14001:2015 é o conceito de gestão de risco e oportunidades. A mudança foi integrada com a ISO 30001:2009 que determina diretrizes para gestão de Risco.

De acordo com a classificação da norma, risco é o efeito da incerteza de um evento; e a incerteza é considerado o estado, mesmo que parcial, de deficiência de informações relacionadas com entendimento ou conhecimento de um evento, sua consequência ou probabilidade.

Uma das intenções ao acrescentar a gestão de risco e oportunidades se deve a preocupação com eventos ambientais tanto positivos quanto negativos que podem trazer repercussão para âmbitos maiores, como impacto sob a sociedade, a população ou terceiros.

A gestão de risco procura criar meios de controle ou ações preventivas que possam apresentar algum risco ou gerar dano a empresa. Como por exemplo o manuseio e transporte de produtos tóxicos.

 

3- Gestão Ambiental Estratégica

Assim como nas novas versões das outras normas como na ISO 9001, outro ponto que mudou na ISO 14001:2015 é o envolvimento da alta liderança no plano de execução dos requisitos do SGA. Para se criar a gestão ambiental estratégica é necessário que a direção esteja participativa e comprometida com a execução dos projetos. Um dos itens não apena sugere, como propõe a atuação aproximada da gestão para alcançar eficiência e mudanças significativas dentro das organizações.

Dessa maneira, será possível que se reconheça tanto o valor estratégico dos indicadores ambientais, quanto a importância ambiental dos indicadores estratégicos.

 

4 – Melhoria Contínua

Para tornar mais claro o foco da norma, a “melhoria do sistema ambiental” passou a ser voltada para a “melhoria do desempenho ambiental”.  Dessa forma, pretende-se demonstrar que melhorias contínuas de outros aspectos do sistema de gestão que, de forma coerente com a política da organização, não consistam em redução de geração de resíduos, efluentes, emissões atmosféricas e outras formas de poluição, não pode ser considerada uma real melhoria contínua.

 

Com os conceitos informados acima é possível compreender as principais alterações e a causa delas na nova versão da ISO 14001. Caso sua empresa possua o sistema de gestão ambiental anterior ISO 14001:2008, você precisa atualizá-lo o quanto antes.

 

Quando migrar para a ISO 14001:2015?

 

sistema de gestão da qualidade

 

As empresas têm até setembro de 2008 para atualizar o selo. Caso não promovam a mudança até esta data, os certificados anteriores serão cancelados. Portanto, as organizações terão que iniciar novamente o processo de implementação da ISO 14001:2015

 

Como obter o selo com a nova versão?

A consultoria online Verde Ghaia promove tanto os serviços de atualização da norma anterior quanto também a implementação dos requisitos da ISO 14001:2015 para empresas que ainda não foram certificadas.

Além de somar com a experiência de 18 anos de mercado da Verde Ghaia, a consultoria online traz os ótimos preços do serviço oferecido pela internet, que pode custar até 60% do valor oferecido pela consultoria tradicional.

Para realizar o diagnóstico gratuito da sua empresa, basta conversar com um dos nossos consultores.

 

FAÇA O DIAGNÓSTICO GRATUITO

Compartilhe

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!