Verde Ghaia Consultoria Online

O que é gestão de riscos?

O que é gestão de riscos?
5 (100%) 1 voto

A gestão de riscos é muitas vezes ignorada em meio à tantas pressões por resultados cada vez melhores, mas sua execução pode ser a chave para uma operação de sucesso e a garantia de uma empresa perene

Imagine que você está assistindo ao jornal, uma tragédia ambiental é anunciada. No caso, os rejeitos de uma indústria acabaram vazando e contaminando um rio próximo às instalações da empresa. Esse é um caso clássico de falha na gestão de riscos, uma vez que a administração da corporação não foi capaz de evitar a tragédia ocorrida com seus rejeitos.

Riscos de todos os tipos permeiam as operações das empresas, eles podem ser operacionais, ambientais, jurídicos, financeiros e de diversos outros tipos.

O artigo de hoje irá tratar especificamente esse tema. De uma forma básica, vamos abordar tudo o que você precisa saber sobre gestão de riscos.

O que são riscos?

De acordo com a ISO 9001, o risco é o efeito da incerteza sobre o resultado de um processo, o resultado pode ser positivo ou negativo, mas se ele não for certo, então há a existência do risco

Como um exemplo, podemos citar a possibilidade de queda de um funcionário que trabalha em altitude. O risco é inerente ao trabalho e pode ser minimizado através da aplicação de equipamentos de segurança. Outro exemplo seria o risco de esgotamento do estoque de uma loja, neste caso, a medida de redução seria a aplicação de melhores metodologias de previsão da demanda.

Risco é o efeito da incerteza sobre o resultado, independente se esses resultados serão positivos ou negativos. Basta que eles difiram do previsto para configurar o risco.

O que é gestão de riscos?

Uma vez que os riscos são derivados das incertezas, a gestão de riscos será a administração dos processos que possuem incertezas. A ISO 9001 irá tratar a gestão de riscos como um conjunto de ações estratégicas que possuem o papel de identificar, gerir, controlar e conduzir os riscos de cada processo específico da organização.

Sendo assim, cada gestor precisa estar ciente dos processos pelos quais é responsável, pois é o gestor que saberá identificar e tratar os riscos de cada procedimento dentro da empresa.

Todos os riscos precisam ser tratados?

Ao ler os dois tópicos anteriores o leitor pode se perguntar: como é possível então gerir riscos, se eles estão por toda parte?

É exatamente esta pergunta que sistemas mais avançados de gestão, como o da ISO 9001 podem responder. Obviamente, nem todos os riscos deverão ser tradados. Imagine a complicação que seria, caso a empresa quisesse controlar o risco de choque elétrico sofrido por um pássaro que invadisse as instalações no período noturno. O exemplo é um pouco exagerado, mas serve para mostrar que é necessária uma priorização dos riscos a serem controlados.

Em geral, as empresas se preocupam com os riscos ligados às operações, finanças, meio ambiente, satisfação dos clientes, segurança do trabalho e etc.

O processo de priorização do tratamento de riscos é muito importante, pois, caso a empresa trate menos riscos que o necessário poderá sofrer com eventos não programados e caso trate riscos em excesso, acabará desperdiçando recursos que poderiam ser empregados em atividades lucrativas.

Qual a maior vantagem na gestão de riscos?

A gestão de riscos nas operações proporciona muitas vantagens à empresa, como maior previsibilidade e confiabilidade dos processos e um nível mais profundo de planejamento.

Contudo, sem dúvidas a maior vantagem em se fazer a gestão de riscos nas empresas é o ganho em segurança operacional, pois as eventualidades negativas podem ter suas chances de ocorrência minimizadas, quando não extintas.

Muitas vezes, por falhas que seriam resolvidas de forma simples e barata, toda uma operação é prejudicada e até inteiramente perdida.

Recentemente em Minas Gerais, um caso ficou conhecido como o maior desastre ambiental do Brasil, quando os rejeitos de uma mineradora vazaram da barragem e contaminaram todo um rio, afetado centenas de milhares de pessoas.

A correta avaliação dos riscos da obra realizada na barragem provavelmente subiria os custos da operação, contudo, certamente eles seriam infinitamente menores que todo o custo humano, ambiental e financeiro causado pelo acidente, uma vez que até hoje a mineradora não está operando e suas multas somam bilhões de dólares.

Gestão de riscos custa caro?

Tudo dependerá do tipo de negócio que a empresa pratica e também do nível de detalhamento dos riscos que se planeja controlar.

É possível se fazer gestão de riscos a partir de metodologias já estabelecidas e amplamente praticadas, permitindo que, através de um treinamento a empresa possa capacitar seus funcionários para que eles próprios façam o levantamento e controle de riscos de suas operações, sem a necessidade de contratação de mão-de-obra especializada adicional.

Há também os casos da empresas que trabalham com operações naturalmente mais perigosas à vida humana e ao ambiente, como nas áreas de química, materiais explosivos, minerações e etc. Nestes casos o gasto com gestão de riscos deve ser consideravelmente maior, uma vez que o nível risco operacional exige maior controle e detalhamento.

Como implementar um sistema simples de gestão de riscos?

Um sistema simples de gestão de riscos conterá um mapeamento das atividades da empresa e os tipos de riscos que se deseja controlar em cada uma delas. Após isso, será estabelecido uma escala com níveis de riscos aceitáveis e em seguida será feita uma auditoria para identificar o nível atual praticado em cada atividade, gerando planos de ação para a correção das atividades que níveis insatisfatórios de risco.

Assim sendo, podemos resumir:

– Mapeamento das atividades da Empresa (ex: Dpt. Financeiro, montagem, almoxarifado, etc.)
– Listagem dos riscos que se deseja controlar (ex: Riscos ambiental, financeiro, saúde, etc.)
– Estabelecimento de escala e método de medição (ex: alto, médio, baixo, etc.)
Auditoria das atividades com base nas escalas
– Geração de planos de ação para correção das atividades com nível insatisfatório de risco.

Como receber auxílio profissional em gestão de riscos?

A gestão de riscos é muitas vezes ignorada em meio à tantas pressões por resultados cada vez melhores, mas sua execução pode ser a chave para uma operação de sucesso e a garantia de uma empresa perene, pois as consequências de não se observar os riscos, geralmente custam muito mais do que sua prevenção.

Para uma gestão de riscos de sucesso, bem como para o treinamento adequado da equipe, sua empresa pode sempre contar com os consultores especialistas da Verde Ghaia Consultoria Online. O atendimento é rápido, prático e os custos para a empresa são incrivelmente baixos devido aos processos que são realizados parcialmente pela internet.

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!