Verde Ghaia Consultoria Online

O que diz a NR11 e NR12 sobre o treinamento para operadores de empilhadeiras?

O que diz a NR11 e NR12 sobre o treinamento para operadores de empilhadeiras?
5 (100%) 1 voto

treinamento para operadores de empilhadeiras

As NR 11 e NR 12 são relativas ao treinamento para operadores de empilhadeiras. Mas qual a  importância da capacitação para a segurança do trabalhador e o correto transporte de carga pelas empilhadeiras?

As Normas Regulamentadoras 11 e 12 indicam como é a condução segura de máquinas e equipamentos. Os profissionais precisam ser bem instruídos para operar máquinas como as empilhadeiras, para que preservem sua segurança nas rotinas laborais.  As normas possuem recomendações que evitam acidentes de trabalho e fazem com que operadores consigam a melhor performance das máquinas.

Os procedimentos da NR 11 e da NR 12 recomendam que as empilhadeiras sejam conduzidas através de uma direção segura. As capacitações devem fazer com que operadores zelem pela segurança das outras pessoas, da sua própria, dos equipamentos e instalações.  Os operadores de empilhadeiras devem respeitar o pedestre, as sinalizações, as demarcações de solo e, principalmente, os limites de velocidade. Acompanhe!

Entenda as normas de segurança do trabalho

treinamento para operadores de empilhadeiras

Implantadas pelo Ministério do Trabalho, as Normas Regulamentadoras (NRs) são um conjunto de procedimentos que as empresas devem cumprir relacionados à saúde e segurança nas rotinas de trabalho.

Há 35 Normas Regulamentadoras em vigência no país, que devem ser seguidas por empresas privadas e públicas e pelos órgãos públicos de administração direta e indireta que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

A observância e o cumprimento das NRs são de suma importância, visando baixar o alto índice de acidentes nas empresas.  As estatísticas apontam que o Brasil é o quarto país do mundo em que mais trabalhadores se acidentam. A cada 48 segundos acontece um acidente e a cada 3h38 um empregado perde a vida em sua jornada de trabalho.

Além disso, ser negligente em relação à saúde e segurança dos trabalhadores pode abalar a reputação de uma organização. Descumprir normas de segurança pode gerar multas exorbitantes às organizações, quantias elevadas em indenizações e perda de credibilidade da empresa.

Conheça a função das empilhadeiras

Do conjunto de 35 Normas Regulamentadoras, duas se referem à condução de máquinas e equipamentos. A Norma Regulamentadora 11 versa sobre o transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais. A NR 12 também discorre sobre medidas para que a condução de máquinas como empilhadeiras seja feita de maneira segura.

No tocante às empilhadeiras é importante observar alguns aspectos. Os colaboradores que trabalham com essas máquinas lidam com um veículo de grande utilidade na rotina de uma empresa. É importante que ele esteja bem treinado, pois opera uma máquina de custo e manutenção elevados. As empilhadeiras transportam, empilham e desempilham mercadorias e existem diversos modelos e capacidades de carga disponíveis no mercado.

Nas fábricas e empresas, as empilhadeiras mais usadas são as de combustão em gás de petróleo liquefeito (GLP) e as elétricas. Possuem capacidade de carga que vão de 1.000 kg a 16.000 kg, e de 2 até mais de 14 metros.

Saiba como se opera uma empilhadeira com segurança

treinamento para operadores de empilhadeiras

É de extrema importância que o operador seja treinado para que opere a empilhadeira com segurança. Seguir os requisitos de segurança preserva a integridade física do trabalhador e evita sobrecarga muscular e adoecimento da coluna lombar.

De acordo com a NR11 e a NR 12, a operação de empilhadeira deve seguir alguns protocolos, entre eles:

  • o operador deve receber treinamento específico, dado pelo empregador para que esteja habilitado a cumprir sua função;
  • a capacitação deve ser ministrada por trabalhadores ou profissionais qualificados para este fim, com supervisão de profissional legalmente habilitado;
  • sempre que houver mudanças nas instalações, na operação das máquinas e equipamentos e nas rotinas de trabalho, o operador deve passar por um treinamento de reciclagem;
  • antes de iniciar a operação da empilhadeira, o operador deve verificar as condições da máquina;
  • todas as máquinas devem possuir manuais fornecidos pelo fabricante ou importador, contendo informações relativas à segurança em todas as fases de utilização;
  • o operador deve portar um cartão de identificação, com nome e fotografia, em lugar visível;
  • as empilhadeiras devem possuir sinal de advertência sonora (buzina);
  • as máquinas devem ser frequentemente inspecionadas e se apresentarem defeitos, como de freios, as peças devem ser imediatamente substituídas;
  • o peso do material armazenado não poderá exceder a capacidade de carga calculada para o piso da fábrica;
  • o material armazenado deve ser disposto evitando obstrução de portas, equipamentos contra incêndio, saídas de emergência, etc;
  • o operador deve obedecer todas as placas e avisos de segurança;
  • o operador deve respeitar as faixas de segurança de pedestres.

Invista no treinamento do operador

treinamento para operadores de empilhadeiras

Não existe uma carga horária legalmente definida para o treinamento do operador de empilhadeira, no entanto, indicam-se 20 horas de formação. É importante que a capacitação seja teórica e também prática, para que o trabalhador execute manobras exigidas pelo equipamento.

Como se pode perceber, investir em segurança ocupacional é fundamental para garantir estabilidade, crescimento e lucro para as organizações. Por isso, vale a pena contar com uma consultoria para a implantação do sistema de saúde e segurança ocupacional. A Verde Ghaia tem larga experiência no assunto e profissionais habitados a oferecer cursos como o de operação de empilhadeiras.

Prevenir é sempre melhor do que remediar

As NR´s 11 e 12 determinam que é dever do empregador adotar medidas de uso seguro de máquinas e equipamentos. Essas providências passam pela capacitação do operador de empilhadeira, evitando que ele se envolva em acidentes ou adoeça.

Descuidar da saúde e segurança do trabalhador é impossível nos dias atuais.  Nenhuma empresa pode ignorar essa pauta. O treinamento para operadores de empilhadeiras previne a ocorrência de acidentes, o pagamento de multas e a perda de credibilidade. Sempre é melhor a precaução, pois um ambiente seguro, com trabalhadores capacitados, estimula a produtividade e melhora o clima organizacional.

Gostou desse tema ou achou o assunto relevante? Deixe seu comentário abaixo ou compartilhe o conteúdo nas redes sociais.

Se quiser aprofundar mais sobre o assunto leia este outro artigo do blog: Como realizar a avaliação de riscos de acidentes.

 

 

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!