VG Consultoria Online

Matriz SWOT online e o sucesso nos negócios

Matriz SWOT online e o sucesso nos negócios
5 (100%) 6 votos

Enquanto ferramentas de análise cada vez mais avançadas vêm surgindo para a realização do planejamento estratégico, a boa e velha matriz SWOT continua sendo indispensável no processo de tomada de decisão nas organizações.

 

Matriz SWOT

 

Quantas vezes você já se perguntou: qual o segredo do sucesso daquela empresa de refrigerantes? Como assim aquela marca de carros existe há 100 anos? Por que as pessoas passam 14 horas em uma fila para comprar no dia do lançamento o novo smartphone caríssimo? Boa parte destas perguntas, podem ser respondidas com a compreensão do significado e relevância da matriz SWOT.

 

Provavelmente também já deve ter se perguntado: como aquela empresa de celulares que dominava o mercado há décadas conseguiu ir praticamente à falência? Por quê aquele carro com design inovador, que foi anunciado no intervalo do futebol com uma propaganda milionária foi um fiasco de vendas? Isso com apenas dois anos após o lançamento? As respostas destas perguntas também podem ser elabordas a partir da matriz SWOT.

 

Sucessos e fracassos das empresas

 

Muito se fala sobre as reais causas de sucesso ou fracasso de uma empresa ou produto, diz-se que é a tecnologia mudando, profissionais mais qualificados surgindo, novas técnicas de análise financeira, dentre outras explicações. De fato, não é possível determinar uma causa específica para o sucesso ou fracasso, e ainda que se utilizem técnicas “avançadas” de avaliação, sempre haverá margem para o erro.

 

No entanto, sucesso absoluto ou fracasso retumbante estão atrelados ao planejamento estratégico de uma companhia. Imagine só a Ferrari tentando vender carros populares e a Fiat tentando vender veículos de alto luxo. É quase certo que os compradores tradicionais de Ferrari’s iriam abandonar a marca. E provavelmente nenhum milionário aceitaria pagar milhares de dólares em um carro da Fiat.

 

Os funcionários a serem contratados, os locais onde as fábricas serão montadas, as máquinas utilizadas na produção e até os parafusos que prendem as peças. Todas essas ações começam a ser definidas no planejamento estratégico da empresa para cada uma de suas marcas. Ou seja, itens essenciais que compõem a matriz SWOT.

 

Falar em planejamento estratégico sem citar a famosa matriz SWOT é quase um pecado. Em um pequeno escritório com três pessoas ou em uma reunião da diretoria de uma multinacional do petróleo. Em todas essas situações hipotéticas ela está presente. Possivelmente em um quadro com espaços em branco para que os diretores possam desenhá-la e alterá-la quantas vezes forem necessárias.

 

Afinal, mas o que é a Matriz SWOT?

 

Matriz SWOT

 

A matriz SWOT é uma ferramenta de gestão muito utilizada por sua extrema simplicidade de construção e preenchimento. Ela permite aos gestores, a inserção de dados observados sobre a empresa, produto o processo. Assim a matriz auxilia na construção de um ambiente estratégico, de onde sairão as decisões para relevar os pontos fortes e mitigar ou amenizar os efeitos os pontos fracos da organização.

 

A matriz swot trabalha com diferenciações entre o ambiente interno e externo, dando nomes aos pontos internos de forças ou fraquezas e aos pontos externos, oportunidades ou ameaças.

 

Qual a Origem da Matriz SWOT?

 

O nome SWOT é composto pelas abreviações em inglês de strength (forças), weaknesses (fraquezas), oportunities (oportunidades) e treats (ameaças). Há uma versão em português para o nome, conhecida como matriz FOFA (forças, oportunidades, fraquezas e ameaças). A criação da matriz SWOT é comumente atribuída à Albert Humphrey, professor da universidade de Stanford, mas sua utilização ganhou notoriedade mundial, quando a ferramenta começou a ser citada por autores como Michael Porter e pelos materiais do grupo BCG (Boston Consulting Group).

 

O que significa cada campo da Matriz SWOT?

 

A Matriz é composta por quatro grandes clusters, onde são colocados os itens descritos pelos gestores da empresa, processo ou produto que está sendo avaliado. O objetivo é identificar pontos positivos e fortalecê-los e pontos negativos para mitigá-los ou amenizar seu efeito sobre o objeto analisado.

Vejamos:

  • Ambiente Interno – FORÇAS (S)

Definidas por “S”, do inglês strength, as forças são os pontos internos positivos da organização, como por exemplo uma equipe técnica qualificada, máquinas produtivas, vantagens de localização, etc.

  • Ambiente Interno – FRAQUEZAS (W).

Definidas por “W”, do inglês weaknesses, as fraquezas são os pontos do ambiente interno nos quais a empresa não possui muita vantagem, como por exemplo altos custos de aluguel, dificuldades com uma nova tecnologia, veículos apresentando defeitos, etc.

  • Ambiente Externo – OPORTUNIDADES (O)

Definidas por “O”, do inglês opportunities, as oportunidades são os pontos do ambiente externo que podem ser aproveitados pela empresa para gerar vantagens competitivas, como por exemplo um novo ponto comercial, um profissional altamente qualificado disponível, a descoberta de um novo mercado pouco explorado, etc.

  • Ambiente Externo – AMEAÇAS (T).

Definidas por “T”, do inglês treats, as ameaças são os pontos nos quais a empresa precisa ficar atenta, pois pode perder vantagens e sofrer quedas em sua atividade. Como por exemplo, o surgimento de um novo concorrente, a morte do mercado onde a empresa atua (como por exemplo o mercado de fitas cassetes ou filmes fotográficos), mudanças na legislação, etc.

 

Como a Matriz SWOT é preenchida?

 

Para facilitar a compreensão, vamos utilizar o exemplo do seu Joaquim, o padeiro. Imagine que Joaquim queira abrir uma nova padaria no bairro vizinho do seu negócio atual. Ele então decide pedir a ajuda do seu sobrinho Lucas, que acabou de se formar em administração. A intenção é que Lucas elabore um planejamento estratégico para a nova padaria, afinal ele quer entrar no jogo para vencer. Após algumas horas de conversa, os dois chegam a algumas conclusões:

 

  • Os pães do Seu Joaquim eram mais saborosos que os da vizinhança.
  • No bairro onde seria instalada o novo negócio havia uma padaria tradicional. Portanto, os moradores já estavam acostumados com os pães do estabelecimento.
  • Seu Joaquim não possuía dinheiro suficiente para comprar fornos modernos. O que provocava o aumento de gastos com as despesas.
  • Um novo condomínio com mais de 20 prédios se instalara no bairro e havia uma loja para alugar bem em frente à portaria do imóvel.

 

Depois de observar todas as informações, Lucas então propôs ao Seu Joaquim, a execução da matriz SWOT. A intenção é avaliar os dados e auxiliá-lo em uma tomada de decisão prática e racional. A matriz evita decisões voltadas a “achismos” ou sentimentos. A conclusão da matriz foi a seguinte:

 

Agora em posse destes dados, os dois poderiam fazer cálculos, simulações e muitas outras atividades para pôr os pontos positivos e negativos na balança. Dessa maneira, é muito mais fácil chegar a uma conclusão racional e assertiva.

 

Como elaborar uma SWOT baseada no padrão de qualidade da ISO 9001?

 

Para elaborar uma Matriz SWOT baseada no padrão de qualidade ISO 9001, devem ser considerados todos os aspectos internos e externos da organização, identificados em cada um dos itens da norma. Deve-se fazer uma análise cautelosa de causas e feitos e levantar todos os dados. Informações que possam de alguma forma afetar a empresa tanto do ponto de vista operacional quanto estratégico.

 

Uma forma bem mais simples, que não precisa de um especialista para ajudar, é a ferramenta Matriz SWOT Online da Verde Ghaia. A ferramenta é um sistema automatizado totalmente adequado aos padrões da ISO . Ela traduz todos os itens a serem levantados na forma de perguntas simples. Dessa maneira, o usuário apenas responde ao questionário com os dados da sua empresa e no final a matriz é gerada automaticamente pelo sistema. É muito prático!

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A MATRIZ SWOT VERDE GHAIA

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!