Verde Ghaia Consultoria Online

Porque é importante ser uma marca ecologicamente correta

Avalie esse post

marca ecologicamente correta

Muitas empresas tem tido a preocupação de ser uma marca ecologicamente correta. Marcas que procuram passar uma imagem sustentável já não são mais novidades em nossos dias.  Seja na caixa de sabão em pó ou na propaganda de um carro, os tons de verde e imagens da natureza são cada vez mais presentes no marketing das empresas.

A ideia de construir marcas ecologicamente corretas passou a fazer parte da rotina dos departamentos de marketing de muitas empresas, uma vez que na sociedade atual, este valores estão em alta e associar o produto à preservação ambiental, estilo de vida saudável, sustentabilidade e temas ecológicos em geral parece ter se tornado parte da estratégia de negócios de muitas empresas.

Mas será que toda marca tem vocação para adotar o “ecologicamente correto”? Neste artigo vamos entender um pouco melhor este assunto.

O conceito “ecologicamente correto”

Ecologicamente correto é um termo que ganhou força nas últimas décadas quando se pretendia medir o grau de sustentabilidade ambiental de um produto. Assim, se uma mercadoria ou serviço foram produzidos a partir de processos ambientalmente sustentáveis, convencionou-se atribuir a eles o termo “ecologicamente correto”, ou seja, que não agride o meio ambiente.

Hoje o tema passou a ser muito abrangente e é diariamente explorado por muitas marcas que procuram associar seus produtos e serviços à sustentabilidade. Contudo, uma associação que fica apenas no discurso pode ser tornar um tiro no pé, uma vez que com a internet, as informações estão disponíveis a todos e um produto que é vendido com “ecologicamente correto” de forma falsa, pode ser descoberto e assim atribuir exatamente o valor contrário à marca, o de “ecologicamente incorreta”.

Ser ecologicamente correto valoriza a marca

marca ecologicamente correta

O sucesso de uma marca está diretamente ligado à percepção de valor que ela provoca em seus consumidores. Por exemplo, um produto de consumo reconhecido historicamente por ser de baixo custo, dificilmente conseguirá ser vendido em mercados de luxo, o que não significa que ele não tenha valor gerado, apenas que o público que lhe atribui valor é aquele que está disposto a pagar pouco.

De igual forma, uma marca que é reconhecida por ser de luxo, dificilmente terá sucesso em mercados populares, isso porque seus produtos estarão longe da realidade financeira dos frequentadores destes mercados.

Por outro lado, temos o posicionamento estratégico das marcas que conseguem atribuir valores subjetivos aos seus produtos e assim vender mais que os concorrentes, ainda que cobrem um preço a mais pela “diferenciação” demonstrada. É aqui que as marcas ecologicamente corretas trabalham.

Vamos tomar por exemplo os produtos eletrônicos conhecidos como Lead Free (livres de chumbo). Eles em geral, custam mais caro que os produtos fabricados pelos métodos convencionais, contudo conseguem ser vendidos nos mesmos mercados e a preços maiores, apenas porque garantem aos seus consumidores que no ato do descarte aquele produto será menos agressivo ao meio ambiente.

Algumas marcas têm feito dos valores ecológicos a sua estratégia de posicionamento de mercado, conseguindo obter vantagens competitivas frente aos demais participantes que são associados à produção tradicional. Não se trata apenas de utilizar boas práticas de produção, mas de fazer com que o consumidor perceba que elas estão sendo utilizadas e provar a ele que é vantajoso comprar aquele produto em detrimento dos demais.

Este é o real motivo de organizações, que apesar de não apresentarem alto risco ambiental, como bancos, seguradoras e empresas que prestam seus serviços em escritórios em geral, estarem investindo em programas ambientais de reciclagem de papel, utilização de iluminação natural, aparelhos energeticamente econômicos, redução dos uso do ar-condicionado e etc. Tudo isso é claro, sempre é exibido aos seus clientes, de modo a fazê-los perceber que ao consumir seus serviços, estarão contribuindo para a causa ambiental.

Exemplos de marcas ecologicamente corretas

marca ecologicamente correta

Podemos citar algumas marcas que utilizam o “ecologicamente correto” como sua principal estratégia de negócios e têm obtido sucesso com essa tática.

Um bom exemplo para iniciar seria a marca de cosméticos Natura. Ela possui imagem intimamente ligada à floresta amazônica, de onde afirma retirar a matéria prima para seus produtos de forma sustentável, utilizando extrativismo dos próprios nativos e sem fazer a derrubada de árvores.

A Natura vem ganhando espaço no mercado brasileiro e caminha para se tornar uma das maiores empresas de cosméticos da América Latina.

A organização conhecida como a mais ecologicamente correta no mundo é a francesa Dassault Systèmes que produz softwares. A adoção de processos ecológicos como programa de resíduo zero, aparelhos que não emitem CO2, construção predial sustentável e utilização de energias renováveis garantiram à empresa o 1º lugar no ranking mundial de sustentabilidade para empresas no ano passado.

Ser uma marca ecologicamente correta com ISO 14001 

marca ecologicamente correta

A porta de entrada para a implementação de rotinas ecologicamente corretas em uma empresa certamente é a instauração da ISO 14001, que é a norma que rege o sistema de gestão ambiental mais utilizado no mundo.

A ISO 14001 fornece padrões e procedimentos que deverão ser seguidos nas operações da empresa para que ela possa agir em consonância com as melhores práticas ambientais em vigor no mundo, isso porque a ISO 14001 sofre atualizações periódicas para se adequar aos novos cenários e tecnologias.

A última versão da ISO14001 é a 2015, conhecida no Brasil como ABNT NBR ISO 14001:2015. Ela, em conjunto com a ISO 9001 e a recém publicada ISO 45000 formam o sistema de gestão integrada ISO, que abrange os aspectos de qualidade, meio ambiente e saúde e segurança do trabalho.

O primeiro impacto positivo da ISO 14001 para a formação da imagem ecologicamente correta da marca é a possibilidade de colocação do selo da norma nos canais de comunicação da empresa e nos rótulos dos produtos, demonstrando que as ações ambientais da empresa não ficam só no discurso, mas foram auditadas por um organismo certificador independente.

A Verde Ghaia Consultoria Online possui uma equipe qualificada para implementar e realizar manutenções nas empresas que já são certificadas pela ISO 14001 ou que pretendem se certificar. O processo online é feito de maneira simples, rápida e extremamente barata em relação aos métodos convencionais.

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!