Verde Ghaia Consultoria Online

Conheça as cinco melhores ferramentas de planejamento estratégico

Conheça as cinco melhores ferramentas de planejamento estratégico
5 (100%) 4 votos

O planejamento estratégico é um dos assuntos mais falados, estudados e comentados no mundo corporativo. É consenso que um estruturado e eficiente planejamento estratégico  é capaz de proporcionar:

  1. Uma análise aprimorada e clara do ambiente de uma organização
  2. Despertar a consciência colocando em evidência oportunidades
  3. Evidenciar os pontos fortes e fracos organizacionais
  4. Permitir uma análise a respeito do cumprimento da missão e valores
  5. Renovar, aprimorar e por a prova a consciência organizacional
  6. Reestabelecer o foco e propósito das equipes do chão de fábrica até a alta diretoria
  7. Potencializar a absorção e aproveitamento das oportunidades
  8. Evitar riscos.
  9. Conferir a organização destaque e reconhecimento

Contudo, apesar de eficaz e com benefícios expressivos o planejamento estratégico não têm sido uma tarefa fácil. Isso se deve, principalmente, porque o planejamento interage e depende de fatores culturais, relacionais, estruturais e organizacional.

Mas fique tranquilo, pensando em te ajudar a entender melhor e aplicar o que há de mais avançado em planejamento estratégico o blog da VG separou um lista de ferramentas que irão tornar o planejamento estratégico e a implementação da ISO 9001 fáceis e ajustáveis a sua realidade organizacional.

Antes de citar as ferramentas é importante ter em mente que existem diversos métodos e ferramentas, porém o objetivo é sempre o mesmo: Estruturar os processos organizacionais de forma fluida, clara e capaz de ser entendida por todos os níveis e setores da organização. Por isso, pense simples! Tente ser orgânico e definir em primeira lugar seus objetivos.

Conheça as cinco principais ferramentas de auxílio no planejamento estratégico

1- Trabalhe as bases estruturais. Foque na identidade, Missão, Visão e Valores da sua organização.

Tão elementar como a roda foi para a humanidade, a identidade organizacional precisa estar alinhada, plena e “rodando” para a organização de fato funcionar. O trio Missão-Visão-Valores é um recurso poderoso para que empreendedores consigam imprimir identidade, criatividade e sentido, atraindo assim colaboradores engajados que se orgulhem do trabalho que desenvolvem.

IDENTIDADE é o ponto de partida do planejamento dos novos negócios e deve ser constantemente validado ao longo da existência das organizações.

A identidade consiste na resposta do empreendedor sobre o papel do seu negócio na sociedade.

2-Análise 360° de oportunidades

A Ferramenta de Análise 360° é uma estratégia indicada para empreendedores que precisam avaliar dentre um pacote de ideias, qual delas representa melhor uma oportunidade de negócio. Servindo para que o empreendedor avalie qual das suas ideias tem a melhor oportunidade de negócio.  Sendo útil na condução do empreendedor em suas reflexões pessoais e análises dos aspectos internos e externos de um negócio.

A ferramenta parte da geração de ideias para novos negócios – uma mente empreendedora funciona como um turbilhão sempre com sugestões, que naturalmente precisam ser avaliadas com cautela  identificando as ideias que teriam a melhor oportunidade de negócio.

A Análise 360° de Oportunidade integra várias abordagens de como como avaliar ideias de negócio e como priorizar aquela que poderia representar a melhor oportunidade. Para iniciar a análise é preciso  selecionar uma ideia apenas (se houver mais de uma ideia – o que é bem provável – será necessário repetir a análise para cada uma delas).

A Análise é realizada em duas etapas:

I – A primeira avalia o aspecto externo da ideia, ou seja, sua relação com o mercado.

II – A segunda leva em conta o aspecto interno, ou seja, a relação da ideia com o seu perfil empreendedor.

Após a análise, a melhor oportunidade será aquela que conseguir as maiores notas

nas duas etapas.

3- Análise SWOT

Indicada para organizações de todos os portes. A análise SWOT consiste basicamente na análise dos pontos:

  • Fortes (Strenghts)
  • Fracos (Weaknesses)
  • Oportunidades (Opportunities)
  • Ameaças (Threats) de um negócio.

O SWOT é uma ferramenta utilizada para fazer análise de cenário ou ambiente, sendo usada como base para gestão e planejamento estratégico de uma organização, podendo – pela simplicidade – ser utilizada na estruturação de  um plano de ação para reduzir os riscos e aumentar as chances de sucesso da do projeto, empresa ou organização.

A ferramenta desperta o interesse do empreendedor para a analise sob diversas perspectivas de forma simples, objetiva e propositivas. A Análise SWOT é considerada uma ferramenta clássica na administração – queridinha dos executivos de empresas de  grande porte – porém pouco difundida entre as empresas de menor porte.

A Análise SWOT não tem paternidade definida, porém muitos acreditam que ela tenha sido desenvolvida na década de 1960 por professores da Universidade Stanford a partir da análise das 500 maiores empresas dos Estados Unidos. A universidade de Stanford é famosa por formar os maiores empreendedores do mundo como os fundadores das empresas HP, Google, Yahoo e Nike.

Portanto, como qualquer outra ferramenta considerada clássica na administração, a Análise SWOT também foi pensada considerando o contexto das grandes empresas e, posteriormente, passou a ser adotada também em outras situações, como em organizações de menor porte. O uso da ferramenta é razoavelmente simples, porém identifica os reais pontos fortes e fracos de uma organização não é tarefa fácil. As oportunidades mais vantajosas e as ameaças mais importantes do ambiente competitivo em que o negócio está enquadrado demanda muitas vezes auxilio especializado.

4- As 5 Forças de Porter

As 5 Forças de Porter configuram-se uma ferramenta para análise, avaliação e reflexão sobre a rivalidade entre os concorrentes, produtos e serviços substitutos, possibilitando o aprimoramento nas negociações e gestão de fornecedores e clientes, bem como criação de mecanismos para a restrição da entrada de novos players.

A ferramenta 5 forças de Porter realiza a análise do ambiente competitivo em que a organização está enquadrada, determinando o melhor posicionamento do negócio diante dos concorrentes. Tornando-se fundamental para o empreendedor que pretende obter uma visão mais abrangente da concorrência e de como pode se beneficiar.

As 5 forças de Porte foi proposta pelo professor Michael Porter no artigo Como as forças competitivas moldam a estratégia, publicado em 1979. Antes disso, a competição estava relacionada apenas à rivalidade entre as empresas. Depois da publicação do artigo, executivos, consultores e estudantes de negócio passaram a entender que a análise da competição vai além da mera rivalidade entre companhias que atuam no mesmo segmento de mercado.

Para desenvolver a análise é preciso refletir sobre cinco contextos em que a empresa está inserida,  chamadas por Porter de forças. Em seu modelo, ele considerou que há uma força central e outras quatro, que impactam a central de formas diferentes.

A ferramenta Análise das 5 Forças de Porter tem uma lógica simples do ponto de vista conceitual, mas exige uma visão abrangente do negócio.  Para executar a análise, é preciso apontar os fatos que caracterizam cada força:

  1. Como é a rivalidade entre os concorrentes?
  2. Quais são os produtos e serviços substitutos?
  3. Qual é o poder de barganha dos fornecedores?
  4. Como evitar/atrapalhar a entrada de novos concorrentes?
  5. Qual é o poder de barganha dos clientes?

5- Matriz BCG

A ferramenta Matriz BCG é uma análise gráfica, seu objetivo é suportar a análise de portfólio de produtos ou de unidades de negócio baseado no conceito de ciclo de vida do produto. Sendo utilizada para alocar recursos em atividades de gestão de marcas e produtos (marketing), planejamento estratégico e análise de portfólio. Esta matriz é uma das formas mais usuais de representação do posicionamento de produtos ou unidades estratégicas de negócio da empresa em relação a variáveis externas e internas.

A Matriz BCG confere ao empreendedor uma análise periódica para melhorar sua oferta de produtos ou serviços existentes, avaliando os que geram mais caixa e exigem menos esforço para a manutenção. É uma ferramenta indicada para empresas estabelecidas que já tenham uma carteira de produtos ou serviços consolidados.

 Lembre-se: Só é possível conseguir de fato chegar, quando se sabe onde quer chegar!

Depois de aprender sobre planejamento estratégico é hora de se mobilizar e alinhar a organização de sua empresa. Já pensou em adotar um software referência na gestão de resíduos, ou ainda aplicar o PDCA e/ou a ISO 27001 em sua organização?

O mercado está em constante mudança e demanda das organizações um aprimoramento continuo, novos produtos e principalmente uma nova forma de se fazer negócio. É hora de repensar os planos e investir no planejamento estratégico!

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!