Verde Ghaia Consultoria Online

Saiba por que você deve ser um gestor fora da curva

Quer ser um gestor fora da curva? Pense fora da caixa! Ser um gestor fora da curva é buscar por resultados para sua empresa de forma inovadora e funcional. É os resultados conquistados são essenciais e fundamentais para otimizar os processos do dia a dia.

O motivo número 1 pelo qual as organizações falham, não é por causa de um produto ruim, mas sim, por causa de uma gerência ineficaz. Não importa se a gestão está sendo feita por um grupo central de co-fundadores ou por uma equipe de uma empresa em alto crescimento. Ser um gestor fora da curva, pode ser a maneira mais eficaz de obter os resultados desejados.

O que é ser um gestor fora da curva?

Saber o que é ser um gestor fora da curva envolve pensar fora da caixa. É buscar constantemente por metodologias que otimizem seus processos sem desgastar sua equipe e que visem os melhores resultados possíveis. As equipes operam melhor quando têm metas razoáveis e ​​fáceis de medir. Bons gerentes trabalham em colaboração com suas equipes para definir metas para cada mês, trimestre e ano.

Todas essas metas se vinculam aos objetivos centrais da equipe e são discutidas com frequência em todas as reuniões e atualizações. Se não houverem metas, nunca será possível avaliar se a equipe está realmente fazendo um bom trabalho. Além disso, os melhores gerentes são mestres da comunicação. Eles entendem que a maior razão pela qual as equipes falham é devido à falta dela.

Saber o que é ser um gestor é saber que a equipe deve estar alinhada com as metas e se comunicar quando houver um problema para alcança-las. Essa comunicação acontece melhor em reuniões de equipe e atualizações de status semanais.

Finalmente, bons gerentes responsabilizam suas equipes por cumprir as metas estabelecidas. No final do dia, os gerentes sabem que os resultados são mais importantes do que qualquer outra coisa. Criar uma cultura de responsabilidade é fundamental para gerentes eficazes: ela se volta para estabelecer as metas corretas, a ser aberta sobre problemas e a chamar a atenção das pessoas se elas não forem cumpridas.

Formas de trabalhar e modo de desenvolver seus processos

O primeiro passo para entender na prática o que é ser um gestor fora da curva e diferenciar a execução de uma estratégia de força de trabalho é reconhecer e aceitar que algumas posições e funções na organização têm uma influência mais importante na execução da estratégia do que outras. É usado o termo gerente fora da curva para descrever as posições que têm uma influência significativa na execução da estratégia da empresa.

  • Não há regra geral sobre a porcentagem da força de trabalho que pode ser incluída nesta designação.
  • A lição é que ela varia de acordo com a maneira como as empresas executam sua estratégia e o resultado se traduzirá em uma estratégia de força de trabalho diferenciada.

O que deve ficar claro é que a decisão sobre quais posições serão designadas como de um “gerente fora da curva” seguirá diretamente da natureza da diferenciação na estratégia da força de trabalho. Por exemplo, se a empresa adotou uma estratégia central de diferenciação da força de trabalho, as posições serão mapeadas diretamente na abordagem geral para entregar valor ao cliente.

Se a sua empresa ampliou a diferenciação da estratégia da força de trabalho para personalização estratégica, a escolha de posições será vinculada diretamente ao sistema de direcionadores de desempenho que preenchem o mapa estratégico da empresa. Em ambos os casos, a identificação das posições envolvem saber o que é ser um gestor e deve ser considerada parte primária da estratégia de força de trabalho da organização.

Gestores conhecem e aplicam metodologias ágeis

Um fator importante para ser um gerente de sucesso é o gerenciamento de tempo. Ele é essencial quando se trata de priorizar seu dia e encontrar soluções ágeis e funcionais, certificando-se de que você tenha tempo para se comunicar com seus funcionários e atingir metas durante a semana.

Além disso, para otimizar crises, um gerente que lidera uma equipe precisa ser confiável. Isso significa estar disponível para seus funcionários, fazer as coisas que você disse que faria e apoiar sua equipe.

Delegação

Ao buscar saber o que é ser um gestor, se você não souber delegar projetos e tarefas, seu papel será muito mais difícil de ser cumprido. Não tenha medo de pedir que seus funcionários ajudem você a concluir uma tarefa. Você pode pensar que é mais fácil fazer tudo sozinho, mas isso adicionará mais tempo à sua agenda já ocupada.

Conhecimento e experiência

Para ser um gerente eficaz, é preciso estar confiante em suas habilidades, experiências e decisões. Isso não significa que você tenha que ser arrogante ou sentir que é melhor do que seus funcionários.

  • Mas você está em um cargo de gerência por uma razão, então tenha orgulho e seja uma inspiração para sua equipe.
  • Se você não tem experiência em trabalhar em um ambiente profissional e liderar uma equipe, será saber o que é ser um gestor fora da curva. Estude constantemente!

Respeito pelos funcionários

Se você não respeita seus funcionários, definitivamente haverá tensão em seu local de trabalho. Esteja ciente de seu tempo e habilidades, seja capaz de ouvir e se comunicar com eles, e seja um recurso de conhecimento e orientação.

Liderança

Para saber o que é ser um gestor eficiente, você precisa ser capaz de liderar seus funcionários de maneira funcional.

Comunicação

Ser capaz de se comunicar com sua equipe é necessário quando se é um gerente eficaz. Isso não significa apenas comunicar responsabilidades e expectativas de trabalho, mas também ouvir sua equipe e trabalhar com ela para produzir resultados dentro de sua posição.

Capacitação

Ter experiência como gerente é uma obrigação, mas também é conhecimento. Há muitos graus diferentes oferecidos para gerentes, incluindo um diploma de bacharel em negócios ou um mestrado em liderança ou gerenciamento de projetos.

Sobre a grande variedade de ferramentas acima citadas para entender o que é ser um gestor e assegurar resultados mais assertivos, é possível contar com o mínimo possível de erros – e melhor ainda, se forem “zero erro”!

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!