VG Consultoria Online

Como se tornar uma empresa sustentável?

Como se tornar uma empresa sustentável?
5 (100%) 1 voto

Entenda o conceito e veja algumas práticas que podem ser usadas para se tornar uma organização ecologicamente correta

Com a redução dos recursos naturais e o aumento exponencial do consumo da população, a adoção de medidas socioambientais tem sido um dos pontos mais debatidos nos últimos anos. As práticas sustentáveis de conservação do meio ambiente tornaram se uma necessidade tanto por parte da população quanto pelas empresas.

No que diz respeito às iniciativas do mundo corporativo, passou a ser divulgado amplamente o conceito de empresa sustentável. Embora o termo não seja uma novidade, é notório que ainda não faz parte da grande realidade das organizações brasileiras. Uma vez que as taxas de poluição e agressão ao meio ambiente continuam apresentando dados alarmantes.

Todavia, é bem quisto e bem-vindo ao marketing verde que os empreendimentos levantem a bandeira de paz com o meio ambiente. Por isso, muitas empresas procuram deixar para trás a imagem negativa de agressoras à natureza para se tornarem uma empresa sustentável.

Não apenas pela necessidade de divulgação da boa imagem, mas também devido às leis que estipulam medidas de redução da poluição ao meio ambiente como é o caso da Lei nº 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos. A lei traz uma série de diretrizes, objetivos e responsabilidades no que diz respeito a destinação dos resíduos sólidos.

Para o cumprimento da lei Política Nacional de Resíduos Sólidos, o Mercado de Resíduos da VG Resíduos é uma ótima solução. Tendo em vista que a plataforma promove o encontro entre empresas geradoras e tratadoras de resíduos, além de proporcionar a automatização dos processos de cumprimento das leis concernentes a questão dos resíduos sólidos.

Mas como se tornar uma empresa verdadeiramente sustentável? Antes de explicarmos alguns processos que podem aproximar uma organização de ser sustentável, é importante compreender o que significa o termo.

O que é uma empresa sustentável?

O conceito “sustentabilidade” surgiu em 1987 no Relatório Brundtland, documento traduzido para o português como Nosso Futuro Comum (Our Common Future). Neste documento o desenvolvimento sustentável é concebido como: “O desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades.”

Nesse termo, dá-se a entender que as ações deveriam ser pensadas relacionada as gerações futuras, mas o conceito que se emprega na atualidade repensa também o hoje. Reflete-se não apenas a sociedade do futuro, mas as perdas que as pessoas que vivem na atualidade sofrerão com a agressão excessiva ao meio ambiente.

Já o Instituto Ethos, define a “sustentabilidade empresarial” como meio de “assegurar o sucesso do negócio no longo prazo e ao mesmo tempo contribuir para o desenvolvimento econômico e social da comunidade, com um meio ambiente saudável e uma sociedade estável”.

Em linhas gerais, compreende-se sustentabilidade empresarial como o conjunto de medidas adotadas pelas organizações em busca do lucro sem prejudicar o planeta. Portanto, as empresas passam a não focar exclusivamente na lucratividade, mas também no respeito aos fatores ambientais e sociais envolvidos em todo o processo em que está inserida.

Desafio da Sustentabilidade empresarial

Com os conceitos definidos, uma grande problemática fica clara: aliar desenvolvimento econômico e práticas sustentáveis. Portanto o grande desafio de quem procura ser uma empresa sustentável é justamente crescer economicamente sem se tornar o vilão à natureza.

Aliar a lucratividade junto as práticas sustentáveis é um questionamento que parece ser impossível de ser sanado, todavia algumas organizações de destaque têm encontrado no conceito a fonte de crescimento econômico, como é o caso da Natura, Banco Brasil, entre outras grandes corporações.

Como se tornar uma empresa sustentável?

A primeira questão relevante a ser pensada é que as empresas não devem procurar a sustentabilidade apenas como solução para cumprir leis ou como uso de estratégias de marketing externo. É claro que as duas questões serão resolvidas, mas não deve ser essa a base do pensamento.

A empresa precisa enxergar na sustentabilidade uma nova oportunidade para negócio.  Nesse sentido, o conceito fará parte da sustentação da empresa e não apenas como um atrativo ou um cumprimento normativo com gastos dispendiosos.

Outro ponto interessante a ser destacado é que a sustentabilidade precisa fazer parte dos processos e dos valores da organização. Há muitos casos de organizações que utilizam-se de termo divulgando ações ambientalmente corretas, mas que no funcionamento interno e nas práticas diárias não são realidade. Para ser uma empresa sustentável, é necessário que as ações ambientalmente corretas façam parte da empresa como um todo, tanto internamente, quanto externamente.

Algumas normas, embora não sejam obrigadas legalmente, são utilizadas por várias empresas devido à grande aceitação internacional e por apresentar requisitos que promovem ações práticas no que tange o sistema de gestão ambiental.

A ISO 14001 é uma das normas mais utilizadas no mundo por proporciona à empresa certificada a promoção correta do sistema de gestão ambiental. Ela auxilia as empresas a adequarem responsabilidades ambientais em processos internos, atrelando paralelamente as necessidades de crescimento da organização.

A nova versão da ISO 14001 traz requisitos para a empresa prosseguir legalmente correta, promove redução de gastos com energia elétrica, água entre outros recursos, e controla/ influencia o modo que os produtos ou serviços são projetados, fabricados, distribuídos, consumidos e descartados. Para isso, a ISO 14001 baseia-se no ciclo PDCA do inglês “plan-do-check-act” – planejar, fazer, checar e agir – e utiliza terminologia e linguagem de gestão conhecida, apresentando uma série de benefícios para a organização.

Portanto, para as empresas que procuram ser sustentáveis, antes de mais nada é necessário buscar a certificação na ISO 14001 como o início da caminhada rumo a sustentabilidade.

Benefícios de se tornar uma empresa sustentável

Há uma série de vantagens em ter um negócio ambientalmente correto, como melhora na imagem externa da empresa, satisfação do cliente, redução de gastos, mas um dos pontos interessantes para o empresário é o aumento da lucratividade.

Vale ressaltar que muitas empresas exigem o selo verde para a conclusão de contratos comerciais, inclusive essa é uma das causas da grande procura pela certificação ISO 14001. Portanto para aumentar as fronteiras comerciais é necessário pensar nesses conceitos e como eles se aplicam ao mundo dos negócios.

Um fato interessante a respeito dessa tendência é que ela já começa a se refletir nos empréstimos junto a instituições financeiras, onde começam a ser avaliadas as influências dos processos empresariais e de suas políticas e ações com responsabilidade ambiental e social.

Organizações com processos produtivos sustentáveis terão taxas de juros mais atrativas. No mercado de ações, com a tendência para investimentos socialmente responsáveis, muitos investidores procuram empresas sustentáveis e rentáveis para aplicar recursos.

Compartilhe

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!