Verde Ghaia Consultoria Online

Como funciona a Integração do SGA com o Sistema de Gestão da Qualidade?

Como funciona a Integração do SGA com o Sistema de Gestão da Qualidade?
5 (100%) 2 votos

A integração dos sistemas de gestão ambiental e qualidade de uma organização em um único sistema tem sido uma estratégia adotada por várias empresas, especialmente no que se refere à contribuição destes na construção da melhoria contínua do empreendimento, de seus produtos e serviços.

A integração com SGA torna mais eficiente a implantação da política, dos objetivos, processos, procedimentos e práticas do que por meio de sistemas de gestão individuais.

No entanto a integração com SGA não é uma tarefa tão simples e apresenta alguns desafios, principalmente quando a empresa já possui um Sistema de Gestão da Qualidade implementado.

Para burlar esses desafios e implantar um Sistema de Gestão Integrado – SGI contratar uma empresa em consultoria em implantação de sistemas de gestão é o recomendado.

Através da Consultoria Online da Verde Ghaia a sua empresa saberá as particularidades, benefícios e maneira correta para se certificar em um sistema de gestão integrado com SGA.

Vamos entender um pouco melhor o assunto?

Sistema de Gestão Integrado

O Sistema de Gestão Integrado (SGI) é considerado uma ferramenta gerencial que contribui para a melhoria do desempenho das empresas em relação às questões de meio ambiente e qualidade.

Empresas que adotam o sistema SGQ (Sistema de Gestão de Qualidade) integrado com o SGA (Sistema de Gestão Ambiental) têm como objetivo diminuir os impactos ambientais, reduzir custos, aumentar o valor percebido pelo cliente nos produtos ou serviços oferecidos.

Além disso, aumenta a cartela de clientes, através da melhoria contínua dos resultados operacionais e da visibilidade perante a sociedade com a contribuição social da empresa e o respeito ao meio ambiente.

A premissa da integração com SGA

A base para implantação de um sistema SGA integrado com o sistema de gestão da qualidade são as diretrizes das duas normas.

A norma ISO 9001, da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT possui similaridades que facilitam a integração com SGA.

As revisões 2015 da ISO 14001 e ISO 9001 tem essa finalidade, facilitar a implementação simultânea dos sistemas de gestão.

No entanto, mesmo sendo muitos os elementos em comum nos sistemas de qualidade e meio ambiente, as empresas devem ter atenção que a norma ISO 14001 aborda o envolvimento com a sociedade, e o cumprimento da legislação ambiental vigente já a norma ISO 9001 traz como requisito o envolvimento com cliente e colaboradores.

Esse é um dos primeiros desafios enfrentados, entender e conseguir interligar os requisitos de forma a obter o sucesso na implantação dos sistemas integrados.

Os desafios da integração SGA com sistemas de gestão da qualidade já implantados

Quando uma organização já é certificada em um sistema de gestão da qualidade pode parecer, a principio, que isso facilitará a integração com SGA, porém não é bem assim.

Normalmente, as empresas lidam com a qualidade de seus produtos e com os impactos adversos que suas operações causam ao meio ambiente e a sociedade de forma isolada.

Os profissionais que conduzem esses sistemas, geralmente possuem formações acadêmicas diferentes.

Além destes existem outros desafios como conseguir mudar a cultura que para cada sistema, o seu empreendimento deve ter um “dono” diferente.

É preciso incentivar os profissionais a trabalharem de forma conjunta. Cabe ao gestor saber controlar o processo com um pensamento sistemático.

Apesar da similaridade entre os requisitos muitos vêm desafios de integrá-los

O SGQ e o SGA têm elementos estruturais comuns. Em geral, começam com o desenvolvimento de uma política. Na sequência, são estabelecidos os objetivos e metas que permitam medir o sucesso do que foi planejado. Concluído o planejamento, requerem a implementação e operação.

O monitoramento e a medição das metas e as consequentes correções, ações corretivas e preventivas, são também elementos comuns aos dois sistemas.

O passo final é a análise crítica e auditoria para verificar a conformidade do processo com os requisitos das normas.

Para realizar a integração com SGA é essencial entender que os requisitos estão intrinsecamente ligados aos processos e atividades da organização, ou seja, não há conflito entre eles, e sim complementaridades – os requistos do SGA busca melhoria no processo para eliminar impactos e os requisitos do SGQ buscam as mesmas melhorias para aumentar a satisfação de seus clientes.

Será que a integração com SGA melhora de fato o desempenho de uma organização?

Por ser uma decisão estratégica, integrar os dois sistemas de gestão têm como foco melhorar o desempenho de uma organização. Porém, conseguir bons resultados é outro desafio.

A integração SGA quando bem estrutura promove a melhoria do desempenho da organização, a redução de custos, de burocracia, de conflitos entre os sistemas, pois é estabelecida uma única estrutura para a gestão, ligada às estratégias e objetivos.

Além disso, a integração com SGA permite a realização de uma única análise crítica e a melhora da comunicação, já que é utilizado os mesmo objetivos e as equipes são integradas.

Como a Consultoria Online facilita a integração com SGA?

Alinhar as expectativas e necessidade das diferentes partes interessadas com as estratégicas e visão da empresa, entender a complexidade de preservar o meio ambiente e que a organização influencia e é influenciada continuamente pelos diversos fatores com que interagem é o grande desafio da integração com SGA.

E, é nesse contexto que a consultoria online da Verde Ghaia facilita todo o processo de integração entre as duas normas de gestão.

A Consultoria permitira ao seu negócio alcançar as seguintes vantagens com a integração SGA:

  • Otimização e redução do tempo com atividades de conscientização e treinamento – os treinamentos serão integrados;
  • Economia de tempo e custos;
  • Melhoria na gestão de processos;
  • Redução e controle de custos ambientais;
  • Redução de documentos;
  • Utilização mais eficaz de recursos internos e infraestrutura;
  • Melhor comunicação com as partes interessadas;
  • Redução de custos de manutenção do sistema;
  • Menor tempo total de paralisação das atividades durante a realização das auditorias;
  • Aumento da eficácia e melhoria da eficiência do sistema;
  • Redução dos custos com auditorias internas e de certificação;
  • Aumento de competitividade.

 

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!