Verde Ghaia Consultoria Online

Por que vale a pena investir na Certificação em Saúde e Segurança ocupacional?

Entender os benefícios em Saúde e segurança Ocupacional para a sua empresa é essencial. E para isso você precisa compreender o que é OHSAS 18001 e o que é o ISO 45001, e como essas normas atuam nesse sentido. Estipulando assim, alguns critérios de segurança.

Adotar estratégias de segurança para a sua empresa e para seus funcionários não somente é importante, como também é obrigatório. O não cumprimento de algumas normas poderá levar a empresa à penalidades como multas e interdição do empreendimento.

Para obter as informações essenciais a respeito disso é importante conhecer os benefícios em saúde e segurança, e dominar as normas listadas pela OHSAS 18001 e ISO 45001, bem como entender as diferenças entre essas normas.

A Norma ISO 45001 precisa ser adotada e cumprida para que haja segurança e saúde no ambiente de trabalho, seja para funcionários, fornecedores ou frequentadores. As orientações dispostas nessa norma são essenciais tanto para que a empresa de fato se torne segura, quanto para que ela se enquadre dentro da legalidade, e passe por auditorias a respeito de segurança organizacional. Ela diz respeito aos cuidados referentes a diminuição de doenças e também de riscos de acidentes dentro de uma empresa. É uma norma de suma importância quando o assunto são os benefícios em saúde e segurança.

É importante destacar que, embora a ISO 45001 seja muito específica quanto a sua aplicação, ela pode ser facilmente integrada a outras normas, tais como as que dizem respeito a sustentabilidade, gestão etc.

Importância da Migração OHSAS 18001 para a ISO 45001

Embora ambas tratem sobre os benefícios em saúde e segurança no ambiente profissional, é importante entender que as normas OHSAS 18001 e ISO 45001 possuem algumas particularidades, e devem ser compreendidas como duas coisas diferentes. Pessoas que já utilizam o sistema de adequação de OHSAS 18001 precisam migrar para a ISO 45001. Fazer isso, pode parecer trabalhoso, mas existem estratégias que ajudam a “eliminar” aquilo que já é praticado na empresa, uma vez que as normas se correlacionam de alguma forma.

Uma das principais diferenças entre esses dois sistemas é que, compreendida como uma evolução dos benefícios em saúde e segurança, a ISO 45001 traz uma estrutura que visa facilitar o processo de implementação, bem como a integração de vários sistemas de gestão.

1 – Olhar além da própria organização:

Outro ponto importante de citar é que a ISO 45001 também tem a intenção de expandir a consciência organizacional, indo além da identificação e risco e e doenças. Ela propõe que a empresa compreenda o que é esperado por parte da sociedade, com relação a contenção de doenças e acidentes dentro da empresa.

Essa ISO, portanto, considera essencial que a empresa assuma o seu papel enquanto parte efetiva da sociedade, e que contribua para melhorias que extrapolem os limites corporativos, e cheguem à todas as pessoas.

2 – Riscos x perigos:

Enquanto a OHSAS 18001 foca as suas normas em situações de perigo, a ISO 45001 chega com um perfil mais conservador, com a intenção de identificar e antecipar os riscos, e não somente daquilo que já é um perigo, de fato. Ela também entende que é importantíssimo que o empresário e a empresa conheçam os fornecedores, e saibam se eles também estão cumprindo com as normas. A ideia é acompanhar a gestão de riscos de perto, e não apenas auditar esses profissionais.

Quais as vantagens de se identificar a correlação entre as duas normas?

Atuando em conjunto, essas duas frentes – OHSAS 18001 e ISO 45001 – trilham o caminho para a migração SSO – Sistema de Gestão de Saúde Ocupacional da organização. A principal grande vantagem da correlação entre elas é que é possível aproveitar as estratégias que já foram implantadas, e apenas aprimorar para que a empresa cumpra com ambas as exigências.

1 – Fazendo a relação

Um dos passos iniciais para conseguir identificar a correlação entre essas estratégias sobre benefícios em saúde segurança é criar uma lista a respeito das diferenças entre OHSAS 18001 e ISO 45001. Assim ,ficará claro identificar quais são as exigências que já são cumpridas em decorrência das normas anteriores, e quais precisam ser implementadas para a adequação integral das regras.

Você pode encontrar modelos de tabelas na internet, mas o mais indicado é sempre contratar uma empresa especializada para fazer isso, garantindo assim que a análise será mais criteriosa.

Como é feita a migração? Como se certificar na Norma ISO 45001? 

Para conseguir fazer a migração, e desfrutar dos benefícios em saúde e segurança propostas pela ISO 45001 você deve cumprir como algumas etapas simples. Para começar, é preciso compreender amplamente as diferenças entre as normas. Depois disso, você deverá:

1 – Planejar a transição: Defina uma data para iniciar a transição. Ela deve ser posterior ao seu estudo amplo a respeito da ISO 45001, pois é preciso entender as normas, fazer a correlação, e então iniciar o processo de transição.

2 – Trabalhe a comunicação interna: É preciso comunicar a todos sobre esse processo, inclusive os fornecedores. É essencial que todos compreendam a importância dessa migração, e estejam cientes dela.

3 – Treinamento: Para que a implantação ocorra com sucesso, é indicado que haja um treinamento empresarial, de modo que todos os profissionais envolvidos nas tarefas da empresa possam participar da migração. Os benefícios em saúde e segurança ocupacional são importantes para todas as pessoas que estão dentro de sua empresa. Pensando nisso, é importante que haja esse compartilhamento a respeito de informações e dados sobre a migração da OHSAS 18001 para a ISO 45001.

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!