Verde Ghaia Consultoria Online

10 novidades que você precisa saber sobre a nova ISO 45001

10 novidades que você precisa saber sobre a nova ISO 45001
Avalie esse post

nova ISO 45001

A nova ISO 45001 acabou de chegar e poucas organizações estão trabalhando na migração de seus sistemas. Ela é voltada para as empresas que possuem a certificação do sistema de gestão de saúde e segurança ocupacionais.

Contudo, a partir de agora, as empresas que precisarem migrar o sistema de SSO (saúde e segurança ocupacional) precisarão se pautar na ISO 45001, ou seja, milhares de organizações precisarão começar a trabalhar com a norma.

No artigo de hoje, selecionamos 10 novidades que você precisa saber sobre a nova ISO 45001.

1 – A nova norma terá a mesma estrutura das ISO 9001 e 14001

Quase todos os gestores de SSO sabem que a norma até então vigente (OHSAS 18001), não é produzida pela ISO e que suas diretrizes foram estabelecidas pelo grupo inglês BSI, que também é uma referência em sistemas de gestão.

Porém, como os SGIs mais usados do mundo são os da ISO, faltava a combinação da parte de relativa à saúde e segurança ocupacionais para que as empresas pudessem implementar de vez um único sistema de gestão integrada, pois a estrutura das normas 9001, 14001 e etc. é muito diferente daquela apresentada pelo sistema OHSAS. Agora com a publicação da norma, este problema está resolvido.

2 – Quem já é certificado pela OHSAS 18001 não será prejudicado

nova ISO 45001

Uma dúvida muito comum à todas as empresas já certificadas pela OHSAS, seria o quanto a publicação da ISO 45001 as prejudicaria, uma vez que seu sistema de gestão de SSO ficaria invalidado.

Contudo, não há motivo para preocupação, pois a OHSAS 18001 continuará sendo aceita como parte integrante do SGI com as normas ISO pelos três anos seguintes à publicação (março de 2018).

Desta forma, a empresa só precisará migrar seu sistema de gestão de SSO quando for fazer a atualização de rotina da norma, que certamente estará compreendida nestes três anos.

3 – A ISO 45001 é integrável as demais normas que compõe o SGI

nova ISO 45001

A ISO 45001 veio para corrigir o problema que restava aos gestores de SGI até então, a integração entre as normas para a obtenção da certificação. Para exemplificar, uma empresa que pretendesse certificar seu sistema de gestão de qualidade, meio ambiente e saúde e segurança poderia usar vários procedimentos em comum para as normas 9001 e 14001, mas não poderia fazer o mesmo no caso da OHSAS 18001.

Com a publicação da ISO 45001, tudo isso fica bem mais fácil, pois um mesmo procedimento poderá atender simultaneamente todas as normas, barateando muito o custo da implantação e da certificação.

4 – A auditoria externa ficará mais barata

Como tudo será integrado, a auditoria externa provavelmente será feita em menor tempo, pois serão muitos procedimentos a menos para sofrerem avaliação.

Com isso, a empresa acabará economizando alguns dias de trabalho do auditor da certificadora e consequentemente, terá custos menores.

5 – A saúde e segurança ocupacional será tratada como item estratégico

nova ISO 45001

A norma aborda a saúde e segurança ocupacionais como pontos estratégicos assim como já é feito nas normas ISO 9001 e ISO 14001, sendo assim, as atribuições de aplicação e monitoramento do sistema de gestão deixam de ser apenas da gerência e passam a ser também da alta direção.

A ideia é alinhar os objetivos de SSO à política da empresa e às definições de missão, visão e valores, elevando assim o nível de cobertura das ações promovidas pela implantação do SGI.

6 – A norma abordará o contexto da organização

O contexto da organização será abordado na ISO 45001, diferentemente da OHSAS, que é mais orientada à procedimento e aplicação de regras, a ISO 45001 permitirá a adequação de cada modelo às necessidades específicas da organização e procurará estabelecer menor regras e mais princípios.

7 – A norma é construída sobre o anexo SL

O anexo SL é o modelo de organização das normas ISO atuais, ele é composto por 10 tópicos que se subdividem em vários subtópicos. Cada um deles trata de um processo organizacional e pode ser configurado de acordo com a necessidade do criador da norma, mas sempre obedecendo a estrutura primária.

A OHSAS 18001 não era construída sob esta estrutura, causando uma grande dificuldade de integração com as demais normas, isso muda com a chegada da ISO 45001, porque ela é construída exatamente sob a mesma estrutura de alto nível de gestão.

8 – Quem possui apenas a OHSAS 18001 terá maior facilidade 

Quem tinha a OHSAS 18001 e gostaria de implementar também as normas ISO 9001, ISO 14001 ou outra norma ISO qualquer, deveria escrever todos os procedimentos destas normas do zero e implementá-los em sua operação, integrando quando possível, estes procedimentos aos da OHSAS.

Com a ISO 45001 isso muda, pois se a empresa migrar da OHSAS 18001 para ela e posteriormente quiser implementar as normas 9001, 14001 ou afins, já terá boa parte do trabalho feita e a certeza de que o custo será bem menor no final.

9 – Os custos de migração não são elevados

nova ISO 45001

Quem pensou que migrar da OHSAS 18001 para a ISO 45001 teria que arcar com custos elevados estava enganado. Na verdade, ele não será significativo, uma vez que a empresa poderá incluir a migração para a nova norma em seu ciclo normal de manutenções da norma vigente.

Obviamente haverá algum custo para a implementação dos procedimentos e posteriormente para a certificação, contudo o custo de auditoria externa (especialmente para empresas já certificadas nas ISO 9001 ou 14001) tenderá a ser menor em função da menor quantidade de procedimentos.

10 – A ISO 45001 não acaba definitivamente com a OHSAS 18001

A OHSAS 18001 continua a ser válida e aplicada pelo BSI e as empresas que desejarem manter seus sistemas de SSO sob esta norma, têm essa possibilidade.

Contudo, dentro de três anos a norma aceita para formação do SGI com as demais normas ISO será a 45001, que na prática acaba inviabilizando a permanência na OHSAS 18001.

A migração para a ISO 45001 tenderá a trazer inúmeros benefícios para as empresas, em especial na facilidade de condução dos processos e também na questão dos custos, que serão consideravelmente menores.

Tanto para migração quanto para implementação da ISO 45001, sua empresa pode contar com os consultores da Verde Ghaia Consultoria Online, que estarão sempre acessíveis na plataforma em tempo real e a um custo expressivamente baixo.

Compartilhe nas redes sociais:

        

0 Comentários

Deixe o seu comentário!